Se Você Gostou de... Vai Amar... - Parte Um

11:54:00

Ainda tem muita gente por aí que tem medo de ler livros nacionais. Uns por não conhecerem bem os autores e outros por não saberem a quantidade de coisas que a literatura nacional pode tratar. Então, se quando você pensa em literatura nacional você pensa em Machado de Assis e Monteiro Lobato, tá na hora de atualizar essa lista, fofo!


Se você gostou de "Quem é Você Alasca?" e "As Vantagens de Ser Invisível"...


Você vai Amar O Garoto Quase Atropelado.

Nesse livro, você vai ser apresentado ao Garoto Quase Atropelado. Um menino que acabou de passar por uma experiência muito dolorosa, e está tentando se recuperar. Cheio de quotes e reflexões incríveis, o que eu mais gostei no livro foi a construção dos personagens. Na maioria das histórias desse estilo alguns autores decidem fazer personagens perfeitinhos, "vítimas perfeitas", para que o público tenha mais pena deles. Não foi o que o Vinícius fez. Ele criou personagens humanos, ricos e interessantes, tão verossímeis que você consegue reconhecer seus amigos em alguns deles.
"- A vida é feita de lembranças, não? Às vezes, eu apenas penso... Ninguém é completamente feliz neste mundo. Acho que a vida de todos é feita de coisas boas e coisas ruins. E, no final, quando as coisas ruins chegam e a gente se sente perdido e mal, as boas recordações servem para nos agarrarmos e tentarmos suportar."

 Se você gostou dos Livros da Meg Cabot...


Vai gostar de Um Amor, Um Café e Nova York (1 e 2).


 Não, você não vai encontrar em nenhum dos livros da Meg a história fofa e romântica que o Augusto Alvarenga está contando nessa trilogia. Mas o que me faz pensar que eles são parecidos é que ao longo da leitura, eu senti a mesma angústia, torcendo desesperadamente para que tudo desse certo no final. Então se você gosta de livros que conseguem mexer com você desse jeito, pode apostar, você vai amar Um Amor, Um Café & Nova York.
"Você não notou ainda que nada mais faz sentido se você não estiver comigo?"

Se você gostou de Eleonor & Park e Fangirl...

 Você vai amar Das Estrelas.

Se você, assim como eu, ama a sensibilidade narrativa da Rainbow Rowell, você precisa conhecer o trabalho da Mariana Cestari. Em Das Estrelas ela retrata a depressão de Mabel e todas as nuances da personalidade dela de um jeito tão lindo e rico que é impossível não se apaixonar.
Na foto, você vê a edição antiga de Das Estrelas. Essa fofura foi relançada pela D'Plácido e agora tem essa capa chuchu beleza!


















“Não era bom. Nem de longe tão “curável” quanto uma febre. Deixava-me apavorada. Mas estava ali. Tão inegável. Tão intangível. Completamente inesperado.”


E sabe o que é ainda melhor? Você também pode conhecer o trabalho deles através do Doze por Doze! Uma antologia de contos onde 12 autores (incluindo essa que vos fala)  mostram um pouquinho de seu trabalho através de um conto.


You Might Also Like

2 comentários

  1. AMO TODOS <3
    QUERO CASAR COM TODOS <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. São chuchus demais, né Adrielli! Fica ligadinha que ainda essa semana eu vou postar a parte dois!
      Beijos. <3

      Excluir

Instagram

Seguidores