RESENHA - A Coroa

22:56:00


Título: A Coroa
Autor: Kiera Cass
Editora: Seguinte
Páginas: 310
Classificação:



Sinopse:
Em A Herdeira, o universo de a Seleção entrou numa nova era. Vinte anos se passaram desde que America Singer e o príncipe Maxon se apaixonaram, e a filha do casal é a primeira princesa a passar por sua própria seleção. 

Eadlyn não acreditava que encontraria um companheiro entre os trinta e cinco pretendentes do concurso, muito menos o amor verdadeiro. Mas às vezes o coração prega peças… e agora Eadlyn precisa fazer uma escolha muito mais difícil - e importante - do que esperava. 

America Singer e o Príncipe Maxon se apaixonaram, e a filha do casal é a primeira princesa a passar por sua própria seleção. 


Eadlyn não acreditava que encontraria um companheiro entre os trinta e cinco pretendentes do concurso, muito menos o amor verdadeiro. Mas às vezes o coração prega peças… e agora Eadlyn precisa fazer uma escolha muito mais difícil - e importante - do que esperava.


Depois que A Herdeira foi lançado, muitas pessoas começaram a se questionar se contar a história de Eadlyn seria algo realmente necessário. Entendo que quem não simpatizou com a garota possa se sentir dessa forma, mas sempre vi essa continuação como algo importantíssimo. Isso porque, apesar de o teor político não ser a trama principal da história e sim apenas o pano de fundo, eu fiquei com a sensação de que essa parte não teve uma conclusão em A Escolha.

No terceiro volume da série ficamos mais cientes a respeito das crenças políticas de Maxon e de suas intenções ao se tornar governante de Illea, mas não vemos no que as ações dele resultarão.Tudo bem que, seguindo os padrões de suas publicações anteriores, a Kiera não detalha tão bem como todo o processo foi feito ou o que exatamente está acontecendo, mas ela nos oferece o suficiente para que consigamos visualizar o panorama político atual de Illea.

A personalidade da Eadlyn não me incomodou em momento algum. Apesar te ela ser metida e, muitas vezes, cega em relação às pessoas ao redor dela, sempre gostei de ela ser uma garota independente e que não depende de um cara para ser feliz. Mas confesso que o que realmente me deixou louca para ler A Coroa foi a expectativa de descobrir com quem ela escolhia ficar. E foi aquele balde de água gelada.



Como a Eadlyn estava muito receosa em relação à seleção em A Herdeira ela meio que sai atirando pra tudo quanto é lado. Ela flertou com tantos rapazes que, apesar de ser capaz de detectar uns três ou quatro favoritos, era incapaz de ver com qual deles ela ficaria.




Por isso, logo presumi que a Kiera fosse recorrer a resposta óbvia. Então o que eu fiz? Preparei a minha cabeça e o meu coração para shipp mais óbvio e torci para que tudo desse certo no final. E o que eu ganhei em troca? Muuuita decepção. Isso porque, além de apostar todo o meu amor no casal errado, ainda tive que assistir calada a Kiera cagar toda a narrativa e criar um instalove sem a menor base.

Foi tão rápido, tão ridículo, que eu cheguei a pensar que tudo não passava de um pesadelo. E o problema não para por aí. Nesse livro, a autora enfiou vários personagens sem apresentá-los direito pra gente e saiu jogando um milhão de informações na nossa cara. Parecia que ela espremeu tudo só pra história toda caber em um livro e ela não ter que planejar um sexto volume. Só ganhou 3,5 em respeito aos outros livros da série, porque A Coroa merece, no máximo, um 2.

You Might Also Like

0 comentários

Instagram

Seguidores