Acabou. E agora?

22:19:00

Quando pequena eu escutava: você começa as coisas, mas nunca termina. Acho que isso significa que, desde sempre, eu tive medo do fim. Então acabava sumindo durante o meio, deixando tudo suspenso, no ar. Congelado no momento eterno entre o início e o fim.
O que é o fim? Na minha cabeça, quando para pra pensar no término de alguma coisa não me vem nada.

Não é a última nota, 
o último beijo,
 a última cena. 
É a ausência de tudo.

Um lugar tão escuro e frio que só de pensar me dá vontade de chorar.

O que me encanta são os começos, as descobertas, os dias de borboletas no estômago. Os momentos brilhantes e coloridos que são consumidos tão rápido quanto a primeira chama de um fósforo.
E eu nem posso me sentir especial por isso porque nenhuma música fala sobre o fim.

O desapaixonar, o vazio que vem depois do ponto final.

Pra onde vão as borboletas que não sabem mais voar? O que veem os olhos que não enxergam mais os sonhos e os momentos doces?

Ninguém sabe reconhecer os sintomas, ninguém pode prever os sinais. A gente só segue em frente e torce para que o fim nunca chegue.

You Might Also Like

0 comentários

Instagram

Seguidores